Os posts sobre o pós-parto têm sido dos posts mais vistos aqui no blog e os que mais feedback recebo da vossa parte! (se calhar devia criar um blog só sobre maternidade)

No pico de verão aconteceu-me mais do que uma vez, as pessoas questionarem-me se eu continuava a usar cinta da Esbelt mesmo com aquele calor (que já deixa saudades) e eu, com o meu à vontade natural, levantava a roupa que estava a usar e mostrava-a para comprovar.


Já vos tinha dito que por ter alças ela não enrola quando nos movimentamos ao longo do dia, nem quando nos sentamos por isso o nível de conforto é bastante elevado.
Como a maior parte dos meus dias eu visto roupa preta, mandei vir uma cinta exatamente do mesmo modelo da anterior em preto. Muitas das vezes as camisolas que uso são curtinhas e algumas das calças são de cintura mais descida e ao baixar-me já não se nota uma diferença de cores tão grande.

Ainda não baixei o tamanho da cinta, e com apenas um dia de uso passei logo para a fila dos colchetes mais apertados, mas a verdade é que tive de relembrar as dicas que vos dei neste post, pois não a consegui vestir com a mesma facilidade com que já visto a bege.

Acompanhem a Esbelt através do Facebook e do instagram em: @Esbelt Brazilian Bodywear e @esbelt_brazilian_official respetivamente e fiquem atentos às minhas redes sociais pois em breve vou partilhar mais um código de desconto para vocês!





Eu sou aquela mitra que quando sabe que alguém vai para fora pede desalmadamente que traga maquilhagem que não vende em Portugal. Foi o que aconteceu com este blush da Hourglass que passou a estar naquele cantinho do coração ao lado dos blushes d'O Boticário. Bem sei que podia encomendar online, mas já tenho demasiadas experiências negativas de produtos partidos ou presos na alfândega, que para coisas destes preços prefiro não arriscar. Além disso, é sempre mais um motivo para estar com essas pessoas que fazem de estafetas <3 p="">A principal diferença deste para os mus queridinho Make B. é que a sua textura é muito mais fina, e deixa um acabamento bastante subtil, com uma luz que parece que vem de dentro da própria pele.
Este veio das Américas e eu já só penso nas próximas viagens das pessoas que tenho por perto! ^.^


Eu nunca sonhei ser mãe!

(Isso já não é novidade, mas sei que ainda muita gente fica chocada ao ouvir isto com tanta franqueza.)

Mas, há fotos que vemos pela internet, que nos fazem parar de fazer scroll e por momentos pensamos: "ohhh que fofo" , "queria tanto ter fotos assim...". Sempre com uns suspiros pelo meio e muitas das vezes até tiramos prints e tudo para se surgir a oportunidade de recriar.
No pinterest é onde apanho fotos sem querer mas que me fazem pensar "podia ter feito isto quando estava grávida e não fiz..." Mas foi no instagram da @sammyyeason que vi uma foto que me apaixonou e claro que ia pelo menos tentar recriá-la.

Falei com a Joana Cardoso sobre ela ainda a Matilde vestia manga comprida, e dissemos que íamos aguardar até ficar tempo mais quente! O tempo ficou mais quente,a Matilde cresceu, eu e a Joana ficamos atolhadas de trabalho e só agora e que conseguimos fazer a nossa versão.


Como dá para perceber a pequena Matilde deu luta, pois queria dar o seu sorriso para a objetiva da titi Joana, e acreditem que temos fotos com expressões muito engraçadas.

E depois temos isto:

Dá pra resistir a tanta fofura? Não dá!
 Se me acompanham através do instagram, aposto que viram toda a celebração do Dia do Blog num jantar bem animado com mais Bloggers da zona do Porto. A Oriflame foi uma das marcas que se juntou a nós e presenteou-nos com a sua mais decente novidade: uma linha bastante completa pensada para minimizar manchas e trazer mais luminosidade ao rosto.

Em 12 semanas é possível notar a diminuição da aparência das manchas e sentir a pele mais luminosa.

Como os meus produtos já estão mesmo mesmo a terminar, estes já estão à mão para serem os próximos a entrar em ação!


Fotos: Joana Cardoso (The paper and ink)
Lembram-se do post em que partilhei convosco a minha experiência da ação de tratamento da Erborian na Perfumaria Lélia? Nele, disse-vos que tinha trazido comigo uns produtos para testar e que vos falava deles mais tarde! É hoje!
Se me pedissem para descrever com uma só palavra tudo o que tenho sentido ao usar estes produtos só me ocorre: LEVEZA!

Mesmo usando 4 ou 5 produtos duma vez, não sinto a minha pele sobrecarregada ou com texturas demasiado gordas.

Os produtos que mais gostei e mais me surpreenderam foram o creme de limpeza e os amarelinhos da linha YUZA. Senti frescura e conforto. É incrível ver e sentir as pequenas partículas a desfazerem-se à medida que espalhamos os produtos no rosto. O creme de limpeza é maravilhoso porque passa de uma textura cremosa para um óleo à medida que massajamos o rosto. Ao utilizar a máscara senti mesmo o rosto hidratado e com mais vitalidade. O esfoliante usei poucas vezes uma vez que uso a Clarisonic diariamente, mas mesmo assim gostei bastante.

Convido-vos a passarem na Perfumaria Lélia e a experimentarem, tal como eu, as ações da marca e a usufruirem dos descontos bem apetitosos que estão em vigor nesses dias.

Acompanhem todos os eventos e animações da Perfumaria Lélia através das suas redes sociais:


Não se esqueçam que podem ter 20% de desconto nas consultas de nutrição e nos tratamentos de corpo ao usarem o código CARLACUNHA20!
Aviso: este post começou a ser escrito às 9h da manhã e foi sofrendo acrescentos ao longo do dia! São 21h32m e as ideias ainda andam aos encontrões na minha cabeça...vamos ver se me consigo fazer entender.


Foto: @thepaperandink

O mês de Agosto foi grande e em grande! Devo dizer que a última semana foi maravilhosa e o dia de ontem foi tal como o mês todo: grande e em grande!
Em Agosto tive ainda mais trabalho, cheguei aos 31, festejei várias vezes o meu aniversário, festejei aniversários de amigas e ontem fez 7 meses que a Matilde nasceu e voltei a recordar a última semana de gravidez! O dia em que preguei uma partida às titis mais fofas e lhes disse à hora de jantar que estava em "trabalho de prato" e elas encheram-me o chat do messenger com mensagens de apoio, força e carinho. Quando lhes disse que elas não tinham lido bem e que eu estava só a preparar o jantar, elas revelaram-se mais "agressivas" e ameaçadoras mas sempre fofas e preocupadas com a Matilde! Claro que este momento vai ficar sempre para a história e há sempre sorrisos a cada lembrança. Uma semana depois tive que tirar foto à sala de partos e dizer: "Agora é que é!" Teve de haver prova para elas acreditarem que a Tildinha ia mesmo nascer e não estava a pregar nenhuma partida!

Se vocês ainda se estão a perguntar o que é que isto tem que ver com o dia do blog, tenho de dizer-vos que tem tudo! Cada uma delas é blogger! Da fotografia, ao lifestyle, passando pela moda e pela beleza, acabamos por nos conhecer e por nos darmos bem ao ponto de poder chamá-las de amigas! E é isto que TODAS NÓS acabamos por dizer: o blog trouxe-nos coisas mesmo boas que estão ao lado de podermos trabalhar com pessoas e marcas que gostamos, de conhecermos quem nos lê diariamente e de recebermos produtos...o blog trouxe-nos pessoas maravilhosas! E as pessoas estão sempre a surgir na nossa vida.


Ontem fui a um jantar com algumas bloggers (algumas das titis) e outras meninas que já conhecia mas apenas de nos cruzarmos nos eventos e outras que ainda não conhecia. É incrível como sem nos conhecermos não há cá timidez e começamos logo a conversar de forma fluída. Senti que a Matilde ganhou mais umas tias pois ela foi recebida com tanto carinho e é aqui que volto aos pensamentos sobre a Maternidade.
Ser mãe é desafiante, chega mesmo a ser desgastante, é estar constantemente a ser posta à prova. Uma espécie de processo de seleção com várias fases que tenho de passar com distinção e provar que mereço o cargo mais prestigiado da empresa.
Os sonos e os sorrisos vão sendo as pistas de que passei à fase seguinte e a cada dia que passa há mais desafios pela frente!
Se num dia foi fácil adormecê-la, isso não significa que nos dias seguintes seja PRO em adormecer a minha filha. Não é por não ter sujado uma babete ao dar a sopa que na refeição seguinte não leve com ela toda na cara como se saísse dum chuveiro (que neste caso é a boca da Matilde).


E se no meio de berros cansados surgem as maiores dúvidas e questões sobre se serei uma boa mãe, quando tudo pára sei que posso não ser a melhor mãe do mundo (porque a nossa mãe é que é a melhor mãe do mundo para nós) mas tenho a certeza que sou a melhor mãe que a Matilde poderia ter! O melhor de tudo é mesmo poder afirmar sem medos aquilo que nunca imaginei ser possível de acontecer: Estou a adorar ser mãe (e sei que isso se vê a léguas)!
Next PostNewer Posts Previous PostOlder Posts Home