2016/2017

2016/2017

Em Janeiro deste ano mudei de casa (outra vez)! Dizem que "Quem muda, Deus ajuda!" e eu acho que sim...que ajudou! (Apercebi-me que em 3 anos voltei a mudar de casa e de cidade sempre na altura da viragem do ano. Saí de Estarreja para Leiria, de Leiria para Estarreja, de Estarreja para Espinho e agora acho que é de vez! Pelo menos este ano não ando com caixotes nem com obras em casa.) 
O primeiro semestre foi marcado por atividades e eventos maravilhosos. Conheci pessoas fantásticas que continuam a fazer parte da minha vida. Trabalhei com profissionais que não conhecia mas que se revelaram excelentes profissionais pelos quais tenho imensa admiração e consideração e continuei a trabalhar naquilo que mais gosto que mais me faz feliz!


No verão partilhei convosco a notícia que mudou/vai mudar a minha vida para sempre! Foi o verão em que mais trabalhei, a um ritmo alucinante, sem pausas, com imensos Kms e conheci imensas caras que normalmente estão desse lado dos ecrãs e que lá vão demonstrando carinho (e outras que só demonstraram presencialmente).


E se depois do verão o ritmo de trabalho costuma abrandar, eu cá não tive quebras e continuei numa "roda viva"! Continuei com as Noivas de Outono e com as ações e eventos das marcas que mais gosto. Tive tempo para isso e para ir registando a gravidez em fotos e lembranças que vão ficar para sempre. Dei imensos Workshops de maquilhagem e este foi o Dezembro em que mais trabalho tive quando normalmente é um mês mais paradote. Este ano em vez de ouvir vezes sem conta "Feliz Natal e Bom ano" ouvi "Desejo-lhe uma horinha pequenina" e essa horinha está cada vez mais perto! Trabalhei como sempre até ao último dia do ano e nem esta barrigona me fez parar nem um bocadinho.

Como vem sendo hábito, é altura de agradecimentos! Mas não são aqueles agradecimentos triviais... é mesmo aquela sensação de gratidão, mesmo pura! São as pessoas que nos fazem crescer e que nos proporcionam os momentos e experiênciais mais inesquecíveis e é por isso que eu estou grata. Grata por todas as pessoas que em algum momento se cruzaram comigo, mesmo aquelas que me fizeram desesperar, passar-me dos carretos, revirar os olhos e contar até 3 (até 10 era muito complicado), pois até com elas eu cresci um pouquinho mais!
Agora é tempo de dizer: Bom Ano e Obrigada por tudo!
Next PostNewer Post Previous PostOlder Post Home